top of page
Buscar
  • Syndic

As regras para uso da piscina no condomínio



Com a proximidade do verão, estação mais quente do ano, um dos locais que passam a ser bastante frequentado pelos moradores é a área da piscina. Cada condomínio tem regulamento próprio para o uso do espaço, mas algumas regras básicas de utilização e de convivência com os demais moradores, são fundamentais para a harmonia do condomínio. Paulo Marques, síndico profissional da Syndic deixa algumas dicas para que medidas possam ser tomadas pelo gestor do condomínio e, assim, criar um ambiente melhor para todos:


CONTROLE DE ACESSO

Visitantes devem ser previamente autorizados pelo síndico para o uso das piscinas, evita lotação e incômodo aos moradores.


EXAMES PERIÓDICOS

Conscientizar moradores sobre a importância para a saúde de todos, passa pela obrigação de realizar exame médico periódico para a utilização da piscina. A falta do exame é motivo para a não permissão de uso, pois é na água que há a disseminação de doenças.


APARELHOS DE SOM

Evitar barulhos e sons altos, portanto, caixa de som no local é um item que não deve ser permitido.


RESTRIÇÃO DE ALIMENTOS E BEBIDAS

Fique atento ao consumo de bebidas e de comidas no espaço e, jamais devem ser levados para dentro das piscinas, pois contaminam a água e causam acidentes.


EVITAR ACIDENTES

Correr ao redor das piscinas, dar saltos e brincadeiras violentas ou inseguras são atitudes que devem ser evitadas, pois são as causadoras de acidentes graves nos locais.


ANIMAIS NA ÁREA DAS PISCINAS

Os pets não devem ser levados para as áreas de piscinas, pois podem causar a contaminação da água e até mesmo acidentes.


CRIANÇAS NA PISCINA

As crianças devem estar acompanhadas pelo responsável e este deve permanecer atento a todos os movimentos dos pequenos. Afogamentos e outros acidentes ocorrem em poucos segundos, portanto a vigilância é permanente.



282 visualizações0 comentário
bottom of page